Ouve a Cidade, faz o download da App.
Autoridades encerram posto GPL no Algarve para garantir segurança da população
Markus Spiske por Pixabay

Autoridades encerram posto GPL no Algarve para garantir segurança da população

Em comunicado, a ENSE adiantou ter procedido à selagem do posto, cuja localização exata não especificou.

As autoridades encerraram um posto de abastecimento de Gás de Petróleo Liquefeito (GPL) no Algarve, que será desmantelado por representar um "potencial perigo" para a população local, anunciou a Entidade Nacional para o Setor Energético (ENSE).

Em comunicado, a ENSE adiantou ter procedido à selagem do posto, cuja localização exata não especificou, tendo este sido "totalmente removido, garantindo assim a segurança dos residentes da área".

De acordo com esta entidade, foram ainda tomadas medidas para o desmantelamento do posto, que não estava licenciado, não tinha seguro obrigatório de responsabilidade civil, nem autorização de funcionamento do reservatório GPL (ESP).

O GPL Auto também não tinha controlo metrológico do manómetro de pressão do reservatório, entre outros "graves riscos para segurança e saúde de pessoas e bens", sublinha a ENSE, que selou o posto durante uma ação de fiscalização de âmbito nacional.

Nessa ação, que terminou na sexta-feira, a ENSE realizou a fiscalização de 28 postos de GPL Auto em todo o país.

Durante estas ações, que envolveram a recolha de evidências para posterior análise, foi dada especial atenção às condições de segurança necessárias para o funcionamento desses postos de abastecimento.

"Estas ações têm como objetivo principal garantir o cumprimento da legislação em vigor, bem como o cumprimento das regras de segurança e garantir a livre concorrência de mercado", conclui.

A Lusa tentou saber a localização do posto encerrado, mas fonte oficial da ENSE rejeitou divulgar essa informação, sublinhando que as ações de fiscalização pretendem esclarecer a população sobre estes casos, mas sem causar alarme.
 

Agência Lusa